Total de visualizações de página

PLACA NA ESTRADA DE CONCEIÇÃO DA BOA VISTA NAS PROXIMIDADES DO COLINA CLUBE

PLACA  NA ESTRADA DE CONCEIÇÃO DA BOA VISTA NAS PROXIMIDADES DO COLINA CLUBE

sexta-feira, 17 de dezembro de 2010

NATURA & PESSOAS: primeiro CD do Anibal - 2002

video

LONGE DA MIDIA, DENTRO DA ARTE

Finalmente, o primeiro CD de Anibal! Há muitos anos gravando fitas k7 em seu estúdio, ele nos mostra agora este trabalho, també originalmente produzido em sua aparelhagem, masterizado, o seu som pode, enfim, revelar-nos o grande arranjador que Anibal é. São quatorze composições próprias, em que o inspirado cantor e compositor mistura amor, religiosidade, ecologia, guerra, sexo e poesia. E, como em toda arte autêntica, existe, ainda, a indispensável preocupação social. Envolvendo Recreio, Minas, Brasil e Terra, o talentoso artista extrai, de temas tão contraditórios e abrangentes, uma extasiante harmonia. Harmonia esta, cada vez mais ausente no mundo de hoje.
(Juiz de Fora, 13/01/2002- Armindo Torres)

FICHA TÉCNICA
Arranjos e direção musical: Anibal
Voz, teclado e violão: Anibal
Guitarra-solo em "Natura e Poesias": Filipi (filho do Anibal)
Técnico de gravação e produção: Anibal
Gravado e mixado no "MM" STUDIO, Juiz de Fora-MG, nov-dez/2001.
Masterizado no STUD M-19, Recreio-MG, jan/2002
CAPA: desenho da "Cahoeira dos Monos" de Celso Lourenço
ARTE FINAL: Eric Machado

MÚSICAS DO CLIP

MAR DE MORROS

Mar de Morros, mar de amar.
Verdes ondas, céu de puro ar!

Minas dos morros, Minas de amor,
Sinos e catedrais.
Minas de Deus, Nosso Senhor.
És Minas Gerais!

Minas das matas, Minas da flor,
Igrejinhas e cemitérios.
Chico Xavier, disco-voador.
Minas dos mistérios!

Mar de Morros, mar de amar.
Verdes ondas, céu de puro ar!

Folias de Reis, Minas da cor,
Casarões e sobrados!
Minas do Milton, Mineiro-Pau.
Minas dos dobrados!

Minas das minas, moças bonitas,
Urbanas e rurais,
Mulheres de fibra na construção
Das Minas Gerais!

Mar de morros, mar de amar.
Verdes ondas, céu de puro ar!

Minas do ouro, Xica da Silva,
Procissão dos imortais.
De Aleijadinho a Carlos Drummond.
Anjos nos portais!

Minas do hoje, forças contidas
Entre os desiguais.
Minas dos morros, mar de esperança
Das Minas Gerais!
Mar de Morros, mar de esperança
Das Minas Gerasi!
Mar de Morros, mar de amar.
Verdes ondas, céu de puro ar!
Mar de morros, mar de amar!

FALA DO RONALDINHO

E no que há de mais simples,
De mais puro, de mais sutil
Que o artista se inspira.
É num garotinho nu,
Brincando pelas ruas.
É numa peça de roupa no varal.
É numa andorinha pousada no fio.
É numa flor se abrindo
Na imensidade de um campo verde
Que ele se extravasa.
Joga prá fora toda a sua sensibilidade
Em foma de poesias,
Em forma de contos
Ou em forma de músicas.

NATURA E PESSOAS

Natura me cerca,
Fere-me n'alma.
Água cristalina,
Lúcida calma.

Cercam-me pessoas,
Afinam-me o espírito.
Varam-me assim,
O senso crítico.

Natura e pessoas,
Buscam-me forte.
Parceiros do tempo
E da minha sorte.



Nenhum comentário: