Total de visualizações de página

PLACA NA ESTRADA DE CONCEIÇÃO DA BOA VISTA NAS PROXIMIDADES DO COLINA CLUBE

PLACA  NA ESTRADA DE CONCEIÇÃO DA BOA VISTA NAS PROXIMIDADES DO COLINA CLUBE

segunda-feira, 28 de novembro de 2011

IDEAL ESPORTE CLUBE - Campeão do Campeonato Regional da Liga Esportiva de Cataguases


No dia 27 de novembro de 2011, no Estádio Alcides Campos em Recreio-MG, o Ideal E.C. sagrou-se campeão merecidamente do Torneio de Cataguases ao derrotar o Primeiro de Maio de Miraí pelo placar de 1 x0, quando bastava apenas o empate por ter vencido o jogo de ida em Miraí por 5x2. Parabéns aos jogadores, comissão técnica, organizadores e colaboradores.















O jogo foi transmitido pela Rádio Mundial de Recreio. Cacá, meu primo, revelou-se um bom comentarista. Ouvi o jogo pela internet em Juiz de Fora. Viva a tecnologia! A equipe de reportagem está de parabéns.















Nossa homenagem ao PARODI, ponta direita do IDEAL (primeiro agachado), um dos grandes responsáveis pela conquista do título.

sexta-feira, 25 de novembro de 2011

I FESTIVAL DA CANÇÃO POPULAR DE RECREIO

Primeiro plano: Jorge Luiz Padilha e Violante Maria Fonseca. Segundo plano: Davi Lacerda Germello, Antônio Ferreira Germello, Anibal Weneck de Freitas e Antônio Armindo de Castro Torres com os troféus.


1º lugar:

CONCLUINDO
( Antônio Armindo de Castro Tôrres e Anibal Werneck de Freitas)
Intérpretes: Anibal
e Violante Maria Fonseca

O meu am
or já se foi
E você nem ligou
As mensagens que eu lhe dei
Você nunca guardou

E das coisas que eram suas
Você nem sabe enfim
O que eu tenho pra você
Eu trago dentro de mim.

Quando a sós nós nos falamos
Eu sinto você fugir
E o que juntos procura
mos
Nunca iremos descobrir.

O meu tempo já se foi
E você nem ligou
As mensagens que eu lhe dei
Você nunca guardou.


2º lugar:









CLEMENTINA
(Francisco Antônio Germello e
Carlos Alexandre Mercadante)

Eu vim de longe
Só pra te ver
Mas você meu bem
Não quer me ver
Sei que eu vou sofrer

Se eu não te ver
Mas não faz mal
Sei que vou viver
Tão triste eu sei
Se eu não te ver.

É tudo que eu quero
É viver esta vida
Com você, meu amor
Oh! Oh! Oh!
Clementina!
Estou aqui
Triste a lhe esperar
Mas você não liga
Para o nosso amor.

3º lugar:













SUBIU, SUBIU E SUMIU
(Francisco Aristides Martins - Chiquinhão -
e Milton Gomes de Aquino.
Intérprete: Chiquinhão)

O foguete subiu, subiu, subiu
Em viagem espacial
Minha sogra dentro dele subiu, subiu
Que invenção sensacional.

Nunca vi coisa igual
Que invenção original
Minha sogra flutuano

No espaço sideral.

4º lugar:

MULHER DO MEU SUBCONSCIENTE
(Fernando Márcio Souza Teixeira - Intérprete: Edyr de Castro Santos)

Num mundo estranho me encontro
Cheio de sofrimento e dor
Vou caminhando tão sozinho
A procura de um amor.

Preciso da paz de Conceição! (BIS)

Assim aparece um amor
Cheio de esperança e dor
Como beleza de uma rosa

E pureza singela de uma flor.

Preciso da paz de Conceição! (BIS)

O vento venta amanhece
O mundo que roda envelhece
Preciso, preciso de você!
Peciso, preciso de você!
Conceição... Conceição.

Preciso de Paz de Conceição! (BIS)


5º lugar:

MI RITMO
(Autor: Elyr de Castro Santos. Arranjos musicais: BORN TO BE WILD.
Intérpretes: SHOCK ELECTRIC)

Meu ritmo é quente
E incrementado, tomou conta do mercado.
Ele é curtido, é o mais querido por tôda moçada
Meu som é novo , é badalado, é o melhor que saiu.

Só não se liga nêle aquele bicho, que não ama o Brasil.
Sem essa, bicho. O entorpecente já caiu de moda.
A onda agora é ligar no som que eu vou mostrar.


6º lugar:
VOU CAMINHANDO
(Anibal Werneck de Freitas)










Vou caminhando pelo mundo
Vou perguntando num segundo
Vou desfolhando minha vida
Vou sofrendo só dúvida.

Vou perguntando a mim mesmo
O que eu fiz a êsmo
Não tenho rancor do passado
Pois me sinto um azarado.

Não encontro felicidade
Ela ficou como saudade
Dos meus tempos de criança
Como mera esperança.

Ecila, Ecila, Ecila, Ecila.
Ecila, Ecila, Ecila, Ecila.

7° lugar:

O QUE SERÁ DO EMBRIÃO?
(Música de Anibal Werneck de Freitas e letra de
Antonio Armindo de Castro Torres.
Intérprete: Francisco Antonio Martins - Chiquinhão)












Ei, você que passa
E trás a vida num cigarro
Há passatempo na fumaça?
Descobre um mundo que não vi?

E você, que leva a vida
Sem em tôrno à mesa
Há, realmente um bem estar
Por trás de um compo de cerveja?

Você que pede e traz a fome...
Meu irmão, vale a pena esta porfia?
Ou a vida é uma cola
Nas provas tristonhas do dia-a-dia?

E você, o que traz hoje
Num penteado?
Capricho do preente?
Ou saudade do passado?

Você que vai agora
E, já viveu uma existência
Há vitória em sua morte?
Ou não valeu a experiência?

Você que nasce e nada sabe
Do cigarro, nem da esmola
Da cerveja, nem da cola
Diga, por favor

O que será da sua sorte
Pobre fruto do amor.

8º lugar:

PROSPECTO
(Sebastião Silva Carvalho, Amaro Gonzales, José Antônio Galvão Duarte.
Intérprete: OS PACHOLAS)









Sempre o meu caminho eu vou seguir
Não escolho hora para sorrir
Se vejo da janela o sol surgir
E no meu caminhao uma flor se abrir
Eu vou caminhando com os pés no chão
Procurando anúncio na televisão.

O que eu tenho muito é amor
Minha arma é sempre uma flor
Caminhando eu sei voui encontrar
Gente que não pensa em lutar
Encontrar um mundo para mim
Mesmo que encontre só o fim
Ter um paraíso de ilusão
Ver na rua, o céu sem confusão.

9º lugar

DESEJOS
(Joanes Silva Lessa. Intérprete Violante Fonseca.
Arranjos Musicais: OS ÉPICOS E JOANES)

Vou andando pela rua
O dono da lua
Eu queria ser.
Nesta noite tão serena
Desejo a moren.
Que me faz sofrer.

Passos lentos na calçada
Só na madrugada
Vou triste a vagar
Pensamento tão distante
Vai e volta num instante
Procuro a quem amar.

DECLAMANDO: Assim continuo o meu caminho
Onde sempre vou sozinho
Talvez encontre por aí alguma alma perdida
Para que possamos falar um pouquinho da vida
Desta vida de desejos vãos
Onde os homens querem amor
Sem saberem ao menos dar as mãos.

Neste povo que descansa
Há sozinhos na esperança
Razãopra se viver.
Todos em busca de uma estrada
E minha vida abandonada
Espera amanhecer.

Eu queria na areia
Com a minha sereia
Um pouco ficar.
Mas a triste realidade
Estou numa cidade
Vagando a chorar.

10º lugar:

REFLETINDO
(Letra de Antonio Armindo e música de Anibal Werneck.
Intérprete Anibal)








Quem não quer o que se sente
Nem percebe o que se vê,
Nunca sabe o que se encontra
Num difícil amanhecer.

Nos momentos que se fundem
As vivências se confundem
E um choro de existência
Junta os risos num poema
Dê valor a alguém que se tem
O que vai bem nem sempre vem!

A Comissão Julgadora foi presidida pelo Prof. Gilberto Peres de Oliveira e constituída pelos músicos Arcelino de Oliveira Simão e Francisco Malta, pelos professores Armando Sérgio Mercadante, Lia Monteiro Albuquerque, Sônia Vieira, Maria Regina Albuquerque, pelo jovem Frederico José Andrade Merij e pela Sra. Iris Coimbra de Almeida e pelo Adido Cultural do Brasil na Bolívia Dr. Ubaldo Bezerra Neto.
Como já era tradição nos festivais da canção no Brasil nem sempre a escolha do júri coincidia com a preferêcia popular. Foi o caso de CLEMENTINA "a música que conseguiu bagunçar o coreto do público e ser a melhor na opinião pública. Faixas com CLEMENTINA, FAXINÃO CLEMENTINA , eram elevadas ao ar na Associação Comercial e todos cantavam". Também "o popular Chiquinhão, com sua música de parceria com Milton Gomes de Aquino, SUBIU, SUBIU, SUMIU, deu um colorido diferente ao festival e cresceu seu nome dentre os melhores intérpretes".

Fonte: O JORNAL DE RECREIO
Nota: o Festival foi realizado em setembro de 1971 na Associação Comercial de Recreio



LA NOVIA - 1961

video
Grande sucesso do cinema argentino dirigido por Ernesto Arancibia e estrelado por Antonio Prieto e Fernanda Mistral. Sua exibição, na década de 60, no Cine Recreio lotou as duas sessões de domingo.
No enredo os dois se apaixonam mas ela, devido a um problema cardíaco sério, obrigada pela família teve que se casar com seu cardiologista renunciando ao seu verdadeiro amor vivido por Antonio Pietro. No vídeo a cena final do filme que foi uma choradeira geral. Este filme faz parte das boas recordações da minha adolescência. Para os colegas de geração o vídeo com a cena final do filme A Noiva. Como não foi lançado em VHS, foi convertido para DVD tendo como matriz a fita de cinema. É peça de colecionador.

quinta-feira, 24 de novembro de 2011

GRUPO ESCOLAR OLAVO BILAC: Professoras de 1930

Ilka, Líbia Tomasco, Zenith Caminha, Luiza Costa, Nair Reiff, Maria Helena, Lourdes de Almeida, Maria José Reiff, Diná Damasceno, Odívia Carrano, Edith Barbosa e Naná Reiff. (Acervo Odívia Carrano - Restauração Pedro Dorigo)

terça-feira, 8 de novembro de 2011

ESTRADA DE FERRO LEOPOLDINA: Ramal Rio de Janeiro a Juiz de Fora (a pedido)




Quem viesse do Rio de Janeiro pela E.F. Leopoldina, pela linha tronco de Caratinga, sairia de Barão de Mauá, RJ, passaria por Caxias, RJ, subiria a cremalheira de Petrópolis e atingiria Três Rios — quase na divisa RJ/MG, onde o trem era partido em dois. Um pedaço iria para o ramal de Carangola, à direita e o outro para o ramal de Caratinga, à esquerda.

Prosseguindo pela esquerda, o trem atingia Bicas, já no km 249. Aqui havia uma importante oficina da estrada.

Descendo uma serra, estava o trem atingindo São João Nepomuceno e mais um pouco, no km 296, chegava a Furtado de Campos, onde à esquerda saía o ramal de Juiz de Fora.

A locomotiva usada em 1891 pela E.F. Leopoldina era a Baldwin (ver fotografias), que fazia o trecho Rio de Janeiro a Juiz de Fora.

quarta-feira, 2 de novembro de 2011

FIM DOS CONTRACHEQUES IMPRESSOS EM MINAS GERAIS


Mensagem no contracheque SET/2011 dos servidores estaduais de Minas Gerais:
"O Governo de Minas, alinhado com seu compromisso socioambiental, informa que a partir do próximo mês não mais emitirá os contracheques por meio físico. Os contracheques continuarão sendo disponibilizados através do Portal do Servidor, Caixas Eletrônicos e site do Banco do Brasil (...)".
Esta medida significa que o servidor que desejar guardar seus contracheques terá que gastar papel e tinta ou pagar para ser impresso. Outra possibilidade serão os caixas eletrônicos. Neste caso o governo transfere para os bancos credenciados a responsabilidade de não ter compromisso socioambiental. Só uma pergunta: e as mineradoras que estão poluindo cidades ? Como exemplo posso citar os problemas de saúde que a população de Congonhas está enfrentando devido ao pó expelido por mineradoras. Até Os Profetas, cartão postal da cidade, estão ameaçados de destruição devido ao acúmulo do pó expelido . Por que o governo mineiro não mostra a força do seu compromisso socioambiental enfrentando as mineradoras multinacionais ou nacionais poderosas? Agora, em cima dos servidores é muito fácil, aliás são os que sempre pagam o pato. Outro questionamento: o contracheque impresso pela internet servirá como documento para comprovação de renda?
eOutro argumento do governo é a economia com papel, tinta e correios. Muito bem, os professores estão aguardando o pagamento do piso nacional.